Smart science to improve lives™
  • Contato
Personal Care

Mito ou verdade: O sulfato é um vilão para os cabelos?

Você já encontrou nas prateleiras produtos dizendo não conter ingredientes “proibidos”? Por que o sulfato entra nessa lista? Seria mesmo um vilão para a saúde dos cabelos?
garrafas de shampoo com sabão em fundo rosa

De onde surgiu o movimento que não recomenda o uso de sulfato?

O questionamento do uso de "sulfatos" iniciou se através da propagação das técnicas No Poo e Low Poo, onde o princípio básico é a não utilização de shampoos convencionais (leia-se: shampoos com sulfatos), com a sugestão de que eles acarretam ressecamento excessivo aos cabelos, principalmente os cacheados. 
Esse movimento tem sido cada vez mais difundido entre consumidores e influencers digitais, e com isso o termo "Sulfato" se tornou uma espécie de apelido dado pelos praticantes de No Poo e Low Poo aos surfactantes sulfatados, principal componente de um shampoo convencional e que é responsável pelo processo de limpeza dos fios. Nesse movimento, os consumidores buscam substituir os sulfatos por substâncias como a Cocamidopropyl Betaine.

Qual é a função do sulfato no shampoo? Elé é prejudicial?

No mecanismo de ação de um shampoo convencional, temos as moléculas responsáveis pelas limpezas, os surfactantes. Essas moléculas contém um lado sem carga que se liga a gorduras, óleos e outras sujidades, e um lado de carga positiva ou negativa que liga à água, fazendo com que as sujidades se dissolvam com mais facilidade na água, promovendo a limpeza. No caso do "íon sulfato", esse íon possui carga negativa, e por isso são chamadas de surfactantes aniônicos. Os principais exemplos dessa categoria são o Sodium Laureth Sulphate e Sodium Lauryl Sulfate.
O sulfato compõe a estrutura ativa da molécula, e a presença do sulfato é responsável por promover a alta detergência, efetuando a limpeza do cabelo. Em alguns casos, essa limpeza pode ser excessiva e ir além da sujeira, removendo nutrientes, abrindo as cutículas dos cabelos e deixando-o poroso. Ele também pode deixar uma carga negativa na superfície dos fios, e tudo isso resulta em um sensorial áspero e um aspecto danificado.
Ou seja, no caso de shampoos, a presença do sulfato pode danificar os cabelos, sim!

imagem de moléculas O íon de sódio que aparece na imagem trata-se do contra-íon. Isso quer dizer que, para criar uma formulação, a carga total deve ser neutra. Assim, esse íon é adicionado à molécula ativa, mas ele não reage nem interfere durante a aplicação nos cabelos.

Conheça nossos surfactantes alternativos para desenvolver shampoos sem sulfato:

Uma das principais dificuldades de desenvolver shampoos sem sulfato, é o espessamento da formulação. Os surfactantes utilizados nesse caso não possuem boa sinergia com os espessantes e/ou agentes reológicos usados comumente nos sistemas convencionais (com sulfato), por isso também recomendamos:

Então o sulfato sempre é prejudicial aos cabelos? E quando ele é usado em sistemas de tratamento, como condicionadores e máscaras?

No caso de condicionadores, isso é um mito! É importante lembrar que o sulfato nem sempre tem a função de limpeza. Em outras categorias de moléculas, ele tem mecanismos de ação diferentes, sem necessariamente ter a ação prejudicial aos fios. Por exemplo, ele também está presente em produtos usados após a etapa de limpeza, como: condicionadores, máscaras de tratamento, cremes de pentear, entre outros.
Nesses produtos pós lavagem, nós encontramos os surfactantes catiônicos, que são moléculas condicionantes com carga positiva e que tem como função diminuir a carga negativa que o shampoo deixa nos fios, facilitar o desembaraço, desfazer os nós e alinhar a superfície das fibras para que fiquem com o aspecto saudável, com brilho e com sensorial sedoso e macio.

imagem de moléculasOs surfactantes catiônicos são divididos em várias famílias, por exemplo, os Sais Quaternários de Amônia são ingredientes estudados há muitos anos e que estão presentes em muitos produtos de condicionamento e tratamento: desde os encontrados em supermercados até aqueles destinados ao mercado de luxo. O Behentrimonium Methosulfate – presente, por exemplo, em nossos Crodazoquat MCC e Incroquat Behenyl TMS - faz parte dessa categoria. Apesar do nome "sulfato" estar presente na nomenclatura e na composição química dessa substância, ele não está diretamente ligado ao mecanismo de ação do ingrediente.
Os fios possuem uma carga negativa que pode estar presente em excesso após a lavagem com shampoo. O mecanismo de ação dos tensoativos catiônicos se dá por adsorção, ou seja, a carga positiva tem afinidade à carga negativa dos cabelos, por isso ele consegue se depositar nos fios promovendo benefícios. 
No caso do Behentrimonium Methosulfate, o íon sulfato não tem ação alguma no processo de tratamento dos fios e apenas fica na água. Ele está presente na composição como um contra íon, que como já vimos, mantém a neutralidade elétrica necessária no processo produtivo do ingrediente. Assim, a carga positiva do tensoativo catiônico fica disponível (livre) e pode neutralizar os fios, cumprindo sua função de agente condicionante. 

imagem de moléculasDesta forma, o "sulfato" presente no ingrediente Behentrimonium Methosulfate NÃO está relacionado aos danos capilares e não faz parte dos questionamentos abordados nas técnicas No Poo e Low Poo, e é um ingrediente liberado para o uso dos adeptos a essas técnicas.

Veja as nossas soluções de condicionadores catiônicos para condicionamento:

Seu consumidor ainda insiste em não ter “sulfato” na composição de condicionadores e tratamentos? Temos uma solução:

 
Homem fazendo espuma no cabelo com shampoo que contém a linha diversa de aplicações para cabelos para cuidados com o couro cabeludo, condicionamento, tingimento, limpeza, tratamento de danos e alisamento com benefícios como maciez, força, proteção térmica, controle do frizz, retenção da cor e hidratação

Shampoos

Descubra nossa ampla gama de ingredientes de shampoo multifuncionais adequados para todas as necessidades de limpeza do cabelo, oferecendo soluções personalizadas para o cuidado do cabelo.

Moça penteando o cabelo molhado com ajuda do condicionador para manter o brilho e a vibrância usando os ingredientes da Croda para todos os tipos de cabelo e etnias com benefícios de condicionamento, proteção solar, anti-idade, anti-frizz, retenção de cachos e manutenção da cor.

Condicionadores

Descubra a nossa ampla gama de agentes condicionadores multifuncionais adequados para todos os tipos e condições de cabelo, oferecendo soluções personalizadas para o cuidado do cabelo.

Deseja saber mais?